Origem e benefícios da Shantala

maio 18, 2018
Tereza Zanchi
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Shantala é uma massagem indiana trazida para o ocidente pelo médico francês, Frédérick Leboyer, na década de 70. Sua principal característica é o fortalecimento e aprofundamento do vínculo do bebê com seus pais através de uma massagem criada especificamente para o toque das mãos no corpo do bebê.

O nome da massagem é inspirado em uma mulher indiana chamada Shantala. Leboier a encontrou em uma de suas viagens à Índia. O médico viu Shantala sentada em uma calçada de Calcutá massageando seu filho. A prática dessa técnica é comum no país e é passada de mãe para filha. Encantado com aquele momento, Leboier fotografou a mãe, e pediu para que lhe ensinasse a técnica.

O objetivo da massagem Shantala é desenvolver a interação mãe-bebê, o seu toque sutil e amoroso é capaz de romper cadeias de tensões, bloqueios, prevenindo problemas futuros. O carinho e interação vão além de uma simples massagem. Além do fortalecimento do vínculo entre mãe e bebê, a Shantala proporciona um sono mais tranquilo, alivia cólicas, melhora a digestão e circulação, redução da ansiedade e irritabilidade, equilibrando o bebê física, emocional e energeticamente.

No Método Tereza Zanchi, utilizamos os conceitos do shiatsu relaxante adaptados para a estrutura do bebê, com movimentos suaves e harmoniosos. Reserve seu horário em uma de nossas unidades e proporcione uma experiência única para sua criança.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLOSE
CLOSE